Área de Concentração e Linhas de Pesquisa

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: PROCESSOS DE RETEXTUALIZAÇÃO

LINHAS DE PESQUISA  

Estudos Literários da Tradução e da Interpretação

Esta linha de pesquisa se propõe a contemplar as várias facetas do fenômeno tradutório, considerando-se os aspectos de especificidades culturais, históricas e ideológicas, através de um repertório de teorias de tradução, diferentes abordagens críticas e avaliações analíticas de traduções, bem como de distintas propostas de estudo dos percursos históricos da tradução literária. O literário é tomado em seu sentido amplo, englobando um amplo leque de obras não-técnicas, desde formas tradicionais escritas e orais até as novas manifestações em diferentes suportes. A tradução, atividade desenvolvida em condições de especificidades culturais, históricas e ideológicas, pode ser investigada através de discursos construídos como enquadramentos teóricos e resposta a diferentes e específicas questões relativas a cada corpus examinado. Neste sentido, a escolha do espaço teórico-metodológico, informada pelo modo de interrogação proposto, permite diferentes perspectivas sobre a atividade tradutória. Propõe-se ainda examinar corpora de textos literários traduzidos, verificando-se os procedimentos teóricos subjacentes à atividade, sua contextualização e desenvolvimento históricos; a contribuição dos estudos de corpora para a produção de glossários e dicionários alternativos e para a descrição de traduções literárias; a prática da tradução literária; o estudo dos processos tradutórios (cognitivos e textuais) em sua relação com a aprendizagem de literaturas estrangeiras; os recursos tecnológicos, a interpretação, a didática da tradução literária e a tradução literária em diferentes línguas.

Estudos Linguísticos da Tradução e da Interpretação

Esta linha de pesquisa se propõe a contemplar as várias facetas do fenômeno tradutório, considerando-se os aspectos de especificidades culturais, históricas e ideológicas, através de um repertório de teorias de tradução, diferentes abordagens críticas e avaliações analíticas de traduções, bem como de distintas propostas de estudo dos percursos históricos de aspectos linguísticos da tradução. A tradução, atividade desenvolvida em condições de especificidades culturais, históricas e ideológicas, pode ser investigada através de discursos construídos como enquadramentos teóricos e resposta a diferentes e específicas questões relativas a cada corpus. A linha se propõe a analisar as especificidades do processo linguístico de diferentes textos e contextos, da interpretação nas suas diversas facetas em diferentes contextos e modos, com o objetivo de contribuir para uma descrição científica da interpretação e suas estratégias específicas. A linha se propõe, em especial, a considerar as diferentes modalidades em que se aplica processos que seguem princípios de similaridade entre a língua fonte e a língua alvo, incluindo línguas de sinais e línguas faladas, e diferentes signos. Os diferentes tipos de atos de interpretação também são alvo das pesquisas nesta linha dos Estudos da Tradução, uma vez que vários fatores e fenômenos podem ser identificados e analisados nas interpretações simultâneas ou consecutivas que também podem ser específicas destes contextos. São ainda alvo de investigação os diferentes contextos em si de interpretação, desde a comunitária, uma das mais comuns no Brasil quanto ao par Libras e Português, como as mais especializadas, a educacional, a jurídica, a médica, entre outras.